Adolescentes são apreendidos em festa e dançam em delegacia de Teresina

TERESINA, PI (FOLHAPRESS) - Uma operação de combate à exploração sexual infantil flagrou mais de 50 crianças e adolescentes -de 11 a 17 anos- consumindo bebidas alcoólicas em uma festa em Teresina.

Após serem levados pela polícia, os adolescentes gravaram vídeos dançando dentro da Central de Flagrantes da capital do Piauí. As imagens viralizaram nas redes sociais.

Um deles chega a fazer postagem direto da central e, já em casa, publica outra gravação em um tom de deboche: "Em breve tem mais".

Outro vídeo que circula nas redes sociais mostra também um grupo pulando pela janela de um ônibus, fugindo para não ser levado para a Central de Flagrantes.

Os adolescentes foram apreendidos durante a operação Parador no último sábado (7). Eles estavam em uma mansão no bairro Vale Quem Tem, na zona leste de Teresina, participando da festa de aniversário de 18 anos de uma influencer.

O gerente de diretos humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social, André Santos, disse que se chocou com a quantidade de menores de idade na festa consumindo bebida alcoólica.

"Lá tinha em torno de 200 pessoas, entre adultos e adolescentes. Alguns estavam com garrafa de uísque na mão, outros tão embriagados que não conseguiam nem ver o celular que estava na mão e a maioria seminus. Temos relatos de muito consumo de drogas", disse.

Foram presos o dono do bar que funcionava no local, identificado na Central de Flagrantes como Janderson Sales Mendes, 34, e um funcionário dele, que entregava as bebidas. Ambos, que atuavam como terceirizados, não foram localizados pela reportagem. Eles foram soltos após o pagamento de fiança.

A Influencer Latiina Gold, que organizou a festa, não quis comentar os vídeos nem as apreensões dos adolescentes.

"Os adolescentes não praticaram nenhum ato infracional e foram levados para a central por falta de um espaço de acolhimento. Mais de 30 garrafas de bebidas foram apreendidas", disse a delegada Lucivânia Vidal, coordenadora da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente.

Conselhos Tutelares notificaram os 50 pais e vão ouvi-los durante esta semana.

O conselheiro tutelar Antônio Oliveira, da região sudeste de Teresina, também disse que foi estarrecedora a quantidade de adolescentes embriagados encontrados no local.

"A maioria dos pais não tinha conhecimento que os filhos estavam na festa ou consumindo bebida alcoólica. É preciso que os pais se tornem mais vigilantes monitorando a rede social do filho, acompanhando-o na escola, conhecendo os amigos", afirmou o conselheiro.

Ele alerta ainda para o crime que as pessoas estão cometendo ao compartilhar os vídeos dos adolescentes na internet, de acordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos