Adriana Araújo lembra passado e se emociona com reportagem: “Trauma volta”

Adriana Araújo se emocionou ao lembrar sequestro (foto: Reprodução / Band)
Adriana Araújo se emocionou ao lembrar sequestro (foto: Reprodução / Band)

Resumo da Notícia:

  • Adriana Araújo apresenta o jornal "Boa Tarde São Paulo", na Band

  • A jornalista lembrou quando foi sequestrada há 22 anos

  • Ela comentou como mulheres ficam vulneráveis em carros de aplicativo

Adriana Araújo reviveu um trauma antigo nesta quinta-feira (4). A apresentadora do “Boa Tarde São Paulo”, da Band, se emocionou após a apresentação de uma reportagem sobre uma mulher que foi sequestrada por um motorista de aplicativo.

Visivelmente sensível, ela quase chorou ao vivo ao comentar o fato que lhe despertou gatilhos. “Há 22 anos fui vítima de um sequestro e é incrível como esse trauma volta quando você vê uma situação dessas. Então assim… Torço que essa mulher se recupere”, afirmou.

Ela ressaltou como mulheres ficam vulneráveis em situações desse tipo. “São poucas mulheres que se arriscam, que tem coragem de ir para as ruas, porque você ficar na mão de três bandidos correndo risco de tudo: de estupro, de assassinato… é muito difícil”, ressaltou.

A jornalista e âncora completou o desabafo torcendo para que este seja um episódio superado pela vítima. “É um trauma muito difícil. Felizmente essa mulher está a salvo. Dos três bandidos, dois foram baleados. Um deles morreu e o outro está preso. Como o policial dizia a todo momento: ‘você tá bem, você está a salvo’, felizmente ela está salva. Em paz, já é um pouco mais difícil”, concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos