Adriano da Nóbrega: STJ nega pedido de viúva de capitão para morar em Portugal

·1 min de leitura

RIO — Júlia Lotufo, viúva do ex-capitão do Bope e miliciano Adriano da Nóbrega, teve um pedido para deixar o país negado nesta sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ela queria se mudar para a cidade do Porto, em Portugal, e morar com a filha de nove anos.

No pedido, a defesa de Júlia alegou que não há mais motivos para a prisão. Ela também justificou que sua filha tem problemas de saúde e seria beneficiada com a mudança para o exterior. Júlia também argumentou que tinha receio de possíveis atentados contra sua vida e de membros de sua família, sobretudo após o vazamento de informações do acordo de delação premiada firmado com o MPRJ.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos