Advogado de Bolsonaro diz que foi alvo de atentado à democracia ao ter perfil hackeado

***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 18.06.2020 - O advogado Frederick Wassef. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 18.06.2020 - O advogado Frederick Wassef. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Advogado da família Bolsonaro e candidato a deputado federal, Frederick Wassef (PL-SP) diz que teve sua conta de Instagram hackeada na semana passada, o que ele caracterizou como um "atentado à democracia".

"Em questão de minutos começaram a aparecer milhares de seguidores no meu perfil. Fizeram isso de forma premeditada para derrubar minha rede", afirmou Wassef.

O ataque, segundo ele, ocorreu no último dia 11 de setembro. No dia seguinte, Wassef registrou boletim de ocorrência pedindo que o episódio seja investigado.

Segundo o advogado, seu perfil na rede social ficou quase 24 horas fora do ar.

"Estou fazendo campanha de forma humilde, honesta. Minha campanha é 99% redes sociais. É um ataque à democracia. A vítima hoje sou eu, amanhã pode ser outro", afirma.

Ele diz não saber quem foi o responsável pelo ataque, mas diz ter certeza que a culpa é de algum esquerdista.

"É tanto inimigo no meu pé, é difícil saber. Mas com certeza é o pessoal da esquerda. Eu sou uma figura muito simbólica, estou sempre perto do presidente", diz.

Ele disse que provavelmente terá de fazer nova queixa policial, porque identificou novas tentativas de ataque ao seu perfil.