Advogado de enfermeira afirma que Maradona 'foi morto'

O Ministério Público argentino colheu o depoimento da enfermeira Dahiana Madrid, nesta quarta-feira, sobre a morte de Diego Maradona. O advogado da mulher, Rodolfo Baqué, afirmou que o ídolo do futebol 'foi morto' e que recebia medicamentos psiquiátricos que aceleravam o batimento do coração, mesmo com problema cardíaco.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos