Advogado de Ghosn 'perplexo'

O Ministério das Relações Exteriores em Beirute informou, nesta terça-feira, que o ex-CEO da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, entrou no Líbano legalmente. O brasileiro é processado no Japão por desfalque financeiro e aguardava julgamento em liberdade.