Aéreas estimam que setor não se recuperará antes de 2024

·2 min de leitura
Empresas aéreas foram afetadas duramente pela crise do coronavírus. (Foto: Karim SAHIB / AFP) (Photo by KARIM SAHIB/AFP via Getty Images)
Empresas aéreas foram afetadas duramente pela crise do coronavírus. (Foto: Karim SAHIB / AFP) (Photo by KARIM SAHIB/AFP via Getty Images)

A semana começou em clima de pessimismo para as companhias aéreas. A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), grupo que representa várias das maiores companhias do ramo, afirmou não esperar uma recuperação dos negócios antes de 2024. As informações são do site Business Insider.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O setor sofre uma das maiores crises da sua história com a pandemia do novo coronavírus. Empresas, como a Emirates, viram sua demanda caírem até 90% com as restrições sanitárias impostas pelo mundo todo, além da queda da procura por outros fatores.

Leia também

A IATA cita, entre esses fatores, a diminuição na demanda por passagens corporativas, na medida em que empresas buscam cortar custos, e ampliam as práticas de trabalho remoto.

Outro ponto é o desinteresse das pessoas em viajar por turismo, pelo medo de se infectar com a covid-19, ou por falta de dinheiro, eco da crise econômica e do aumento do desemprego.

Antes, a IATA havia previsto uma recuperação – equivalente aos níveis registrados em 2019, antes da crise – em 2023, mas com o agravamento da situação do covid-19 em vários países, reajustou sua estimativa para um ano a mais.

A situação é tão drástica que as aéreas têm buscado soluções extremas para estimular a demanda. Um exemplo é a Emirates, que lançou um seguro que cobrirá até os custos de um funeral para passageiros que se infectarem com o covid-19, e morrerem, após viajarem pela empresa.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos