Aeroporto de Santiago vive dia de caos em meio a protestos no Chile

19/10/2019 - Protestos violentos no Chile - Apesar do presidente do Chile, Sebastian Pinera decretar estado de seguranca nacional no pais, confrontos violentos continuam em Santiago entre a policia e manifestantes que protestam contra aumento das passagens (Foto: Alan Morici/Agif/Folhapress)

SANTIAGO, CHILE (FOLHAPRESS) - Por causa dos violentos protestos que se instalaram no Chile desde sexta-feira (18), dezenas de voos foram cancelados ou adiados, deixando milhares de pessoas ilhadas no aeroporto internacional de Santiago.

Segundo informações do jornal chileno La Tercera, na manhã de domingo, haviam sido registrados 95 cancelamentos de voos e 20 reprogramações

No aeroporto, não havia funcionários para dar informação, nem locais abertos para se comprar comida ou água. Tampouco havia funcionários das companhias aéreas para dar orientações.

Muitos passageiros já estavam no terminal havia mais de 12 horas, e vários dormiam no chão do aeroporto.

A Latam informou por suas redes sociais que ainda estava em processo de fazer ajustes nos voos saindo e chegando a Santiago nos dias 20 e 21 de outubro, e orientava os passageiros a checarem informações no site da companhia, latam.com.

Os passageiros da Latam que tenham viagens marcadas para o Chile entre este domingo (20) e terça (22) podem pedir a alteração de seus voos, informou a companhia.

A empresa afirmou que pode fazer a remarcação tanto quem tem destino como origem em aeroportos chilenos.