Aeroportos têm operação normal no quarto dia de atos golpistas

***ARQUIVO***GUARULHOS, SP, 06.07.2022 - Movimentação de passageiros no aeroporto internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***GUARULHOS, SP, 06.07.2022 - Movimentação de passageiros no aeroporto internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) -Aeroportos pelo país têm retomado o ritmo normal de operação nesta quinta (3), enquanto os atos golpistas que não reconhecem o resultado das eleições e pedem intervenção militar seguem pelo quarto dia, já em menor número.

Em Guarulhos (na Grande São Paulo), três voos foram cancelados até o início da tarde, segundo a concessionária que administra o aeroporto.

Já tinham sido registrados diversos cancelamentos entre segunda (31) e terça-feira (1º).

Viracopos, em Campinas, apresentava sete voos cancelados entre os programados para esta quinta (3) até as 13h, de acordo com o painel no site do aeroporto. Segundo a assessoria, o bloqueio na avenida de acesso ao local foi desfeito na noite de terça (1º), sem efeitos na operação desta manhã.

Já a rede de 55 aeroportos operados pela Infraero, que inclui Congonhas, em São Paulo, havia registrado, às 12h20 desta quinta (3), 26 voos atrasados e 12 cancelados. Os números representam 5,6% e 2,6% do total da operação.

Em Santa Catarina, um dos estados que ainda lideram em número de manifestações, a operação do Aeroporto Internacional de Navegantes ocorre normalmente, segundo a assessoria.

Gol, Azul e Latam dizem em nota que não há impacto dos bloqueios nas operações desta quinta-feira (3).

As companhias recomendam que os passageiros tentem chegar com antecedência ao aeroporto de embarque e que chequem a situação do voo em seus sites.