Afastado da Alesp por importunação sexual, Fernando Cury é eleito para Conselho da Criança e do Adolescente

·2 minuto de leitura
Fernando Cury, deputado estadual de São Paulo (ALESP)
Fernando Cury, deputado estadual foi afastado da Assembleia Legislativa de São Paulo por 180 dias (Foto: ALESP)
  • Fernando Cury foi eleito por meio do voto popular para integrar o Conselho Estadual da Criança e do Adolescente do Estado de SP

  • Deputado foi afastado da Assembleia Legislativa de SP por importunação sexual contra Isa Penna

  • Cury também foi denunciado à Justiça pelo crime, mas ainda não apresentou a defesa

O deputado estadual Fernando Cury (Cidadania), afastado da Assembleia Legislativa de São Paulo por importunação sexual contra Isa Penna (PSOL), ganhou um novo cargo: no último domingo (15), ele foi eleito membro do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente do Estado (Condeca-SP). O mandato é de dois anos, entre 2021 e 2023.

O órgão é composto por 40 conselheiros, sendo 20 titulares e 20 suplentes. Os membros são eleitos pela sociedade civil e tem a responsabilidade de elaborar política públicas para atender crianças e adolescentes, junto ao governo estadual.

Leia também:

Afastado da Alesp

Em dezembro de 2020, a deputada estadual por São Paulo Isa Penna (PSOL) denunciou ter sofrido assédio sexual cometido pelo também deputado estadual Fernando Cury.

Um vídeo gravado pela câmera da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), durante a sessão extraordinária na noite 16 de dezembro, mostra o parlamentar se aproximando por trás da deputada e passando a mão em seu seio.

As imagens mostram que Cury conversa com outro deputado e faz menção de se dirigir até onde está Isa Penna, apoiada na bancada conversando com o presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB). Cury retorna a conversar com o colega e vai até Isa. Nesse momento, é possível ver que o parlamentar que fala com Cury tenta segurá-lo pelo braço.

Em abril, com 86 votos a favor e nenhum contra, a Alesp aprovou o afastamento por 180 dias do deputado Fernando Cury. Além disso, no mesmo mês, o deputado foi denunciado à Justiça pelo crime de importunação sexual, mas, até agora, a denúncia não foi aceita. Cury precisa apresentar a defesa e ainda não o fez.

O que diz a Secretaria de Desenvolvimento Social

Em nota enviada ao G1, a Secretaria de Desenvolvimento Social disse que não tem responsabilidade pelas eleições do Condeca-SP, que seria um órgão “independente”.

“O órgão é independente, formado por 40 membros (sendo 20 titulares e 20 suplentes) representantes do poder público e da sociedade civil. A eleição de seus membros ocorre de forma completamente autônoma do Governo do São Paulo e é realizada por 453 representantes de organizações da sociedade civil ligadas à defesa dos diretos das crianças e adolescentes. Na eleição realizada no dia 15 de agosto, Fernando Cury foi um dos 40 membros eleitos. Legalmente, a pasta não pode interferir na decisão.”

O portal também procurou o deputado, mas ele não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos