Affair de Militão, estudante de 21 anos deixa conversa com o jogador escapar e dispara: 'Coração ficando doido'

O affair entre o zagueiro do Real Madrid Éder Militão, de 24 anos, e a carioca Maria Guerra, de 21, continua a todo vapor. A moça passou os primeiros dias do ano na companhia do jogador e deu indícios, ao responder uma caixinha de perguntas no Instagram, de que a coisa começou a ficar séria.

"Como tá o coração?", perguntou um internauta. "Tá ficando doido com o tanto de decisão impulsiva que eu tomo. Ele tá bem", respondeu a loira, que viajou duas vezes para Madri em um período de dois meses para encontrar Militão.

Na mesma caixinha de perguntas, um seguidor perguntou o motivo pelo qual Maria ignora o Whastapp. A estudante, então, publicou um print de conversas não lidas no aplicativo e disse: "Amiga, fica tranqulia que não é só você. Amo todas".

Acontece que um pequeno detalhe, que vazou na postagem de Maria, mostra a proximidade entre ela e Militão. Apesar de não responder todas as amigas, a conversa de Éder continua ativa no aplicativo de mensagens. A frase "tempo acordado" e um pedaço da foto de perfil de Militão já é mais do que suficiente para que ele seja identificado na lista da loira.

Além das viagens e da troca de mensagens, Maria, que é estudante de Direito, passou a seguir o irmão de Militão recentemente. Em Madri, pessoas em comum também começaram a interagir nas redes com o zagueiro e com a estudante na sequência.

Ela também publicou uma foto misteriosa de um jantar romântico a dois. Na imagem, ela mostra duas taças de vinho tinto e duas mãos.

Entre os mais próximos, já existiam rumores de que Militão e Maria estariam vivendo um romance. Tudo, claro, na maior discrição.

A influenciadora tem o nome de Éder na lista de curtidas de suas postagens desde julho do ano passado. A primeira foto da loira que Militão curtiu é do dia 28, menos de 20 dias depois do nascimento da filha que teve com Karoline.

Nos últimos meses, diferentes nomes foram apontados como affairs de Éder. O atleta chegou, inclusive, a reatar com ex-namoradas, gerando mais desentendimentos com Karoline Lima, mãe de sua filha.

Com Cecília, filha do ex-casal, passando o feriado com a família paterna, Militão convidou a ex-namorada Larissa Maurina, para a comemoração em família. E Karol não gostou nada disso.

Recentemente, Éder voltou a comentar em fotos de uma outra ex, a atriz Tiffany Alvares. Quando a notícia da reaproximação repercutiu, Karol abriu o jogo e disse que Militão a teria traído com a moça enquanto ainda estava grávida.

Tifanny negou e chegou a processar Karoline por difamação, mas os desentendimentos não pararam por aí. Isso porque uma foto de Larissa viralizou como se ela fosse Tiffany e Karol esclareceu que se tratava de outra pessoa, mas que Militão também teria ficado com Larissa durante seu relacionamento com a influenciadora.

Foi aí que Camila Feliciano, prima do zagueiro, saiu em defesa de Militão. Segundo ela, Karol teria conhecido Éder quando ele ainda estava namorando Larissa, mas a influenciadora negou.