Afinal, vale a pena comprar ovos de chocolate depois da Páscoa?

Luiza Belloni

Os ovos de Páscoa deste ano estão com preços bem altos. Segundo pesquisa da FGV, os ovos de chocolate pequenos tiveram um aumento médio de 40% nos preços em relação ao ano anterior. Também já mostramos por aqui que, com o valor de um ovo de marca, é possível comprar até 15 tabletes do mesmo chocolate.

Mesmo com todas as evidências de que um ovo de Páscoa é “supervalorizado”, as vendas continuam a todo o vapor. Se você também já se assustou com os valores nos supermercados, deve ter se perguntado se comprar um ovo de Páscoa após o feriado seria um melhor negócio

Bom, depende, segundo o educador financeiro Reinaldo Domingos. 

“Sem dúvida a procura tende a ser muito menor [depois da Páscoa], portanto, é muito mais vantajoso para os comerciantes vender esses ovos mais baratos do que ficar com um estoque grande de uma mercadoria perecível”, diz Domingos, que é presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Ele explica que é possível encontrar preços bons, mas é preciso pesquisar. Mesmo depois do feriado, ainda pode ter uma grande variação de preço. Antes da Páscoa, por exemplo, o Procon-SP constatou uma diferença de até 88,42% nos preços dos mesmos ovos de Páscoa.  

“O ideal é ter paciência, pesquisar e comparar preços, mas sempre tendo em mente que muitas vezes esses ovos pós-Páscoa podem estar com a data de validade próxima do vencimento”, alerta.

Também é preciso lembrar que os ovos podem estar amassados ou quebrados, e assim apresentar uma qualidade inferior ― o que explica, em parte, os preços mais atraentes.

Em um ovo que esteja quebrado, por exemplo, é possível conseguir até 50% de desconto.Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)

 

Além do valor econômico do ovo de Páscoa

Já sabemos que os ovos de Páscoa tendem a ficar bem mais baratos depois do feriado, mas há um fator que é preciso ser considerado: o valor...

Continue a ler no HuffPost