AFP: chega a quase 312.000 número de mortos por COVID-19 no mundo

Profissionais de saúde do Hospital San Rafael, de Santa Tecla, em El Salvador, recebem paciente com COVID-19, em 15 de maio de 2020

O novo coronavírus matou pelo menos 311.959 pessoas em todo mundo desde seu surgimento na China em dezembro - aponta um balanço fechado pela AFP às 8h (horário de Brasília) deste domingo (17).

Desde o início da epidemia, mais de 4.647.980 casos de contágio foram registrados em 196 países, ou territórios.

O número de diagnosticados reflete, porém, apenas parte do número real de contaminações, porque muitos países testam apenas casos graves.

As autoridades consideram que, até o momento, pelo menos 1.656.100 de pessoas foram curadas da doença.

O número de mortos nos Estados Unidos chega a 88.754. O país registrou 1.467.884 infecções e, até agora, 268.376 conseguiram se recuperar.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são Reino Unido, com 34.466 mortes e 240.161 casos; Itália, com 31.763 (224.760 casos); Espanha, com 27.650 (231.350 casos); e França, com 27.625 (179.365 casos).

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau) tem um total de 82.947 pessoas infectadas, sendo 4.634 óbitos e 78.227 casos de recuperação. Nas últimas 24 horas, foram registrados seis novos casos e um óbito.

No sábado, o Nepal anunciou sua primeira morte ligada ao novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, a Europa totalizou 165.725 mortes (1.882.402 infecções); Estados Unidos e Canadá, 94.512 (1.553.654); América Latina e Caribe, 28.629 (505.427); Ásia, 12.157 (353.577); Oriente Médio, 8.108 (273.241); África, 2.702 (81.294); e Oceania, 126 (8.391).

Este balanço foi estabelecido com base em dados das autoridades nacionais compilados por escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).