Agência dos EUA dá aprovação total à vacina Pfizer-BioNTech contra Covid-19

·2 minuto de leitura
Vacinação contra Covid-19

(Reuters) - A FDA, agência de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos, concedeu nesta segunda-feira a aprovação total à vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela parceira alemã BioNTech para utilização em pessoas com mais de 16 anos de idade.

O imunizante foi autorizado para uso emergencial desde dezembro e mais de 204 milhões de pessoas nos Estados Unidos receberam essa vacina, com base nos dados de domingo. Nenhuma das três vacinas contra Covid-19 autorizadas tinha recebido anteriormente a aprovação total da FDA.

As autoridades de saúde pública esperam que isso convença mais norte-americanos não vacinados de que a vacina da Pfizer é segura e eficaz. A hesitação na vacinação entre alguns norte-americanos tem atrapalhado a resposta dos Estados Unidos ao novo coronavírus.

"Esta aprovação da FDA deveria aumentar a confiança de que esta vacina é segura e eficaz", tuitou o presidente Joe Biden, que tenta aumentar os níveis de vacinação.

Pouco depois do anúncio da agência, o Pentágono disse que está se preparando para tornar a vacina obrigatória para os servidores do país. Autoridades de saúde acreditam que a aprovação total da FDA também levará mais governos estaduais e municipais a imporem a obrigatoriedade da vacina, assim como empregadores privados.

"Embora milhões de pessoas já tenham recebido com segurança as vacinas contra Covid-19, reconhecemos que para alguns, a aprovação de uma vacina pela FDA pode agora incutir confiança adicional para se vacinarem", disse Janet Woodcock, comissária interina da FDA.

A aprovação também torna mais fácil para os médicos indicarem uma terceira dose da vacina da Pfizer para pessoas que podem se beneficiar de uma proteção adicional contra a Covid-19.

A FDA está aguardando dados adicionais para decidir uma aprovação total do imunizante da Pfizer a crianças de 12 a 15 anos.

Woodcock disse que a FDA não está recomendando que crianças de menos de 12 anos tomem a vacina a esta altura, já que são necessários mais dados para se ter certeza de que a vacina é segura para elas.

Apenas 51,5% dos norte-americanos foram até agora totalmente vacinados. Um recente surto de infecções provocado pela variante contagiosa Delta assola partes do país com baixas taxas de vacinação.

Os EUA são os líderes mundiais em casos e mortes relatados de Covid-19. Mais de 625 mil norte-americanos já morreram da doença, incluindo uma média de mais de 600 óbitos diários nas últimas semanas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos