Agência Espacial Europeia encerra cooperação com a Rússia após missão em Marte

Depois de ter sido suspensa, em razão da invasão feita na Ucrânia, a Agência Espacial Europeia (ESA, da sigla em inglês) rompeu definitivamente um acordo de cooperação que mantinha com a Rússia. A parceria com a Roscosmos tinha como missão lançar o primeiro rover planetário (veículo de exploração dirigido remotamente) da Europa para Marte, com objetivo de procurar sinais de vida no planeta vermelho.

Nasa: sonda que registra terremotos se prepara para 'morrer' em Marte após acúmulo de poeira nos painéis solares

Vídeo: sonda da Nasa flagra eclipse solar em Marte

“Hoje, a @ESA dirigiu-se à missão ExoMars Rover e Plataforma de Superfície, reconhecendo que as circunstâncias que levaram à suspensão da cooperação com a Roscosmos – a guerra na Ucrânia e as sanções resultantes – continuam a prevalecer. Como consequência, o Conselho me ordenou encerrar oficialmente a cooperação”, diz o comunicado.

Segundo a CNN, em setembro, o ExoMars Rover, uma colaboração entre a ESA e a agência espacial russa Roscosmos, ia partir para Marte, tendo como missão procurar sinais de vida no planeta. Em fevereiro, no entanto, a Agência Espacial Europeia considerou “muito improvável” a realização da missão, por conta da invasão feita pela Rússia na Ucrânia, que começou no dia 24 daquele mês.

'Perseverance': robô inicia principal missão para buscar sinais de vida em Marte

Em março, a cooperação foi suspensa e, agora, definitivamente encerrada, uma vez que as circunstâncias, a guerra e as sanções, foram mantidas.

“Novos insights sobre o caminho a seguir com outros parceiros virão em um briefing de mídia em 20 de julho, detalhes em breve”, informou o comunicado, feito pelo diretor-geral da ESA, Josef Aschbacher, em suas redes sociais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos