Agência de espionagem do Canadá investiga ameaças de morte do Irã

A agência de espionagem do Canadá disse, nesta sexta-feira (18), que está investigando ameaças de morte contra pessoas no Canadá por parte do Irã, dias depois de o Reino Unido fazer acusações similares contra o regime islâmico.

O Serviço de Inteligência do Canadá (CSIS, na sigla em inglês) "está investigando ativamente várias ameaças de morte procedentes da República Islâmica do Irã baseadas em informações confiáveis", declarou à AFP Eric Balsam, porta-voz do CSIS.

"Em suma, estas atividades hostis e ingerências estrangeiras solapam a segurança do Canadá e dos canadenses, assim como nossos valores democráticos e nossa soberania", acrescentou.

Não foram apresentados detalhes da investigação, mas Balsam disse que a agência está trabalhando com seus parceiros internacionais.

O CSIS também tem ciência de que o Irã está monitorando e intimidando pessoas no Canadá, incluídos os membros da diáspora iraniana, com o objetivo de "silenciar os que falam publicamente contra" o regime, acrescentou.

Na semana passada, o governo britânico acusou Teerã de ameaçar as vidas de jornalistas radicados no Reino Unido.

"Hoje, convoquei o encarregado de negócios iraniano depois que alguns jornalistas que trabalham no Reino Unido foram alvo de ameaças de morte imediatas por parte do Irã", tuitou o secretário de Relações Exteriores britânico, James Cleverly, na sexta-feira passada.

amc/jh/atm/yow/rpr