Agência europeia encontra possível ligação entre vacina da AstraZeneca e relatos de coágulos sanguíneos

com agências internacionais
·1 minuto de leitura

RIO — A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) relatou nesta quarta-feira que encontrou uma possível ligação entre a vacina contra a Covid-19 de Oxford/AstraZeneca e alguns casos de coágulos sanguíneos em adultos vacinados, alegando ter levado em consideração todas as evidências disponíveis atualmente.

"Uma explicação plausível para a combinação de coágulos sanguíneos e plaquetas baixas é uma resposta imunológica, levando a uma condição semelhante à que às vezes é observada em pacientes tratados com heparina", informou a EMA.

A agência também informou que os casos são raros e considera que o balanço entre riscos e benefícios da vacina contra a Covid-19 permanece "positivo".

As descobertas representam e uma mudança na posição do regulador europeu, que na semana passada afirmou que não havia risco aumentado de coágulos sanguíneos associado ao uso do imunizante.

O comitê de segurança da EMA, que avaliou a vacina, solicitou a realização de mais estudos para obter mais informações.