Agência de mineração diz que barragem B5, da Vale, não apresenta anomalias estruturais

.

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Nacional de Mineração (ANM) afirmou que a barragem B5, da mineradora Vale, em Nova Lima (MG), "não apresenta nenhuma anomalia estrutural relevante digna de preocupação", após ter realizado fiscalização na estrutura na terça-feira.

Em comunicado, a agência reguladora disse que esteve na barragem para vistoria depois de rumores sobre a existência de "trincas" na estrutura.

"Há, na realidade, algumas irregularidades do talude devido à presença de animais e motoqueiros que faziam da barragem uma pista de 'motocross'. Alguns resquícios dessas rodas de moto deixaram o talude um pouco irregular, sem motivos para preocupação", afirmou a ANM.

A Vale, no entanto, deverá intensificar um sistema de monitoramento de possíveis deslocamentos verticais e horizontais na unidade, através de levantamento topográfico de precisão, segundo a reguladora.

A ANM, que já havia fiscalizado a barragem B5 em setembro, disse que "continuará acompanhando a estrutura de forma remota".

A avaliação da reguladora sobre a estrutura ocorre em meio a uma maior preocupação com a segurança após o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinhho (MG) em janeiro, um desastre que deixou mais de 250 mortos e causou devastação na região.


(Por Marta Nogueira)