Agenda de Bolsonaro na ONU em Nova York é encurtada

Agenda de Bolsonaro em Nova York passará por mudanças. (Foto: Reuters/Adriano Machado)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Encontros bilaterais que estavam na agenda não serão mais realizados

  • Após NY, Bolsonaro deverá ir ao Texas para encontro com empresários e generais dos EUA

A agenda do presidente Jair Bolsonaro (PSL) na Assembleia da ONU (Organização das Nações Unidas), na semana que vem, em Nova York, foi encurtada. Agora, encontros bilaterais que estavam previstos não acontecerão mais.

As informações são do jornalista Lauro Jardim, e foram publicadas em sua coluna no jornal O Globo.

Leia também

A nova programação de Bolsonaro prevê que ele chegue ao hotel Intercontinental, na próxima segunda-feira (23), quando está marcado um “jantar privado”. Anteriormente, a previsão era que o presidente desembarcasse no domingo.

Na terça-feira (24), Bolsonaro deve se encontrar com o secretário-geral da ONU, António Guterres. Em seguida, faz o discurso de abertura da Assembleia Geral e acompanha a fala do presidente dos EUA, Donald Trump, na cerimônia.

Os encontros bilaterais - todos eles, ressalta-se - que estavam previstos foram cancelados. Na agenda de terça, consta apenas um “almoço privado” e, depois, ele acompanha sua mulher, Michelle, num evento. À noite, novamente, participa de um “jantar privado”.

O avião presidencial decola de manhã de quarta-feira (25) de Nova York com destino ao Texas, onde deve se reunir com generais do Exército dos EUA e empresários locais.

Na agenda original, o presidente permaneceria em Nova York na quarta.

Após os encontros, o presidente deve retornar ao País na noite de quarta-feira (25).