Agente de modelos acusado de estupro e tráfico de menores é preso em Paris

O Globo
·2 minuto de leitura

Ivestigado por sua participação na rede de pedofilia do bilionário americado Jeffrey Epstein, que cometeu suicídio no ano passaso, o agente de modelos Jean-Luc Brunel, de 74 anos, foi preso no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, na última quarta-feira (16), informou o Daily Mail na manhã deste sábado (19).

Acusado de crimes sexuais como estupro e tráfico de menores, Brunel forneceria meninas para o pedófilo e teria chegado a "dividir" uma amante adolescente com o príncipe Andrew, em uma noite de festas em Paris. Ele foi detido por detetives quando tentava embarcar para o Senagal, na África, alegando "uma simples viagem de férias", e passou dois dias sendo interrogado por autoridades locais.

Brunel começou a carreira na moda como olheiro e chegou a trabalhar com celebridades do porte de Jerry Hall, Sharon Stone e Monica Bellucci. Anos depois, fundou a MC2, agência de modelos que os promotores do caso acreditam ter sido usada de fachada para a quadrilha de tráfico sexual de Epstein.

O agente era próximo da socialite inglesa Ghislaine Maxwell, 58, que está presa nos EUA por aliciamento de menores e foi visto com ela e o príncipe Andrew, algumas vezes, na combertura de Epstein em Paris, onde acontecia a maioria dos crimes sexuais. Segundo o inquerito instaurado na França, em agosto, teria sido nesse imovel o local onde Brunel e Andrew "compartilharam" uma das meninas.

A americana Virginia Roberts Giuffre, que ganhou o noticiario internacional depois de declarar, em juízo, que era escrava sexual de Epstein e forçada a dormir com o principe aos 17 anos, disse que manteve relacoes com Brunel entre os 16 e 19 anos. Ele e o prínicpe negam as acusações.

Segundo o Daily Mail, Brunel também é suspeito de aliciar trigêmeas de apenas 12 anos para Epstein. Uma fonte ouvida pelo jornal afirma que as irmãs eram um "presente de aniversário" para o multimilionário. Enquanto as investigações continuam, Brunel segue preso em Paris.