Agente de viagens aplica golpe milionário em Cristiano Ronaldo, diz jornal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

De volta ao Manchester United e vivendo uma boa reestreia, Cristiano Ronaldo sofreu um golpe em conjunto com outros jogadores. De acordo com o periódico português “Jornal de Notícias”, o craque teria sido lesado em 290 mil euros, cerca de R$ 1,8 milhão, ao longo de três anos e meio.

Entre fevereiro de 2007 e julho de 2010, uma agente de viagens que tinha as senhas dos cartões do atacante teria desviado a quantia por meio das mais de 200 viagens feitas pelo jogador.

A funcionária era responsável pelas despesas de deslocamento dos clientes, grupo composto por nomes como Nani, Manuel Fernandes e as empresas Gestifute e Polaris, do agente Jorge Mendes. No total, ela extraiu cerca de R$ 2,1 milhões.

O flagra veio quando um dos cartões de Cristiano Ronaldo expirou. Condenada a quatro anos, ela cumpre a pena em condicional e também foi obrigada a pagar de forma mensal à agência de viagens o valor que roubou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos