Agentes da Guarda Municipal e da PM entram em confronto com camelôs no Méier

·1 min de leitura

RIO — Policiais militares, guardas municipais e camelôs entraram em confronto na Rua Dias da Cruz, no Méier, na Zona Norte do Rio, no início da tarde desta quinta-feira. Segundo relatos de testemunhas, houve disparo de balas de borracha e de gás lacrimogêneo, após uma briga entre os agentes e os ambulantes. As corporações ainda não informaram o que ocorrer na região.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, um homem caminha ao lado de dois outros, que parecem conduzi-lo. Ele então pega um caixote na calçada e o joga na direção de um guarda municipal. O agente consegue segurar a caixa de madeira. O homem em seguida corre, mas outros agentes aparecem. Um deles tenta acertar o homem com socos e chutes. Um segundo guarda atira, o que parece ser gás. As imagens foram feitas do alto da janela de um prédio.

Nas redes sociais, pessoas relatam que a briga foi "generalizada". Outros dizem que as lojas na rua tiveram que fechar. Os internautas destacam a violência da ação:

"GM e PM esculachando ambulantes, espancando inclusive idosos", escreveu um deles.

Outro disse:

"Esculachar camelô não dá hein @Prefeitura_Rio @eduardopaes lamentável as cenas na Dias da Cruz", marcando o perfil da prefeitura e do prefeito Eduardo Paes.

Procuradas, a Guarda Municipal e a Polícia Militar não responderam até a publicação desta matéria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos