Agentes da PRF foram mortos por morador de rua que tentavam ajudar

Agentes da PRF foram mortos em Fortaleza - Foto: Getty Images
Agentes da PRF foram mortos em Fortaleza - Foto: Getty Images
  • Agentes da PRF foram mortos a tiros por pessoa em situação de rua em rodovia de Fortaleza

  • Eles foram baleados após pararem para ajudar justamente o rapaz

  • Um PM que passava pelo local disparou contra o atirador, que também morreu

Os dois agentes da Polícia Rodoviária Federal assassinados na última quarta-feira (18), em Fortaleza, foram mortos por um rapaz em situação de rua na BR-116, próximo a um viaduto.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) explicou que Marcio Helio Almeida de Souza, de 53 anos, e Raimundo Bonifacio do Nascimento Filho, 43, faziam patrulha na região quando viram um homem caminhando entre os carros no meio da pista e se aproximaram para prestar auxílio.

"Após ser abordado, o suspeito teria tirado a arma de um dos policiais e efetuado disparos de arma de fogo contra os agentes", explicou o órgão em nota, segundo o UOL.

Marcio Helio e Raimundo trabalhavam há 15 e 17 anos na corporação, respectivamente. Eles não resistiram aos ferimentos do disparo e morreram na hora.

Um policial militar que estava de folga e testemunhou o ocorrido disparou contra o homem em situação de rua, que também não resistiu. Este agente foi identificado como Antônio Wagner Quirino da Silva, de 31 anos.

Revólveres roubados

Em meio à confusão, os revólveres dos dois agentes assassinados foram roubados. Eles só seriam recuperados já na manhã desta quinta, pela Polícia Militar.

"Que a sociedade saiba que a polícia precisa ser valorizada, principalmente pela sociedade. Estamos aqui para entregar as nossas vidas em prol de vidas inocentes", disse o agente da PRF Marcio Moura, segundo o UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos