Agora é pago: podcasts no Spotify podem cobrar assinaturas pelo serviço

·2 minuto de leitura
Nos EUA, qualquer podcast que seja distribuído pelo Anchor, a plataforma de hospedagem de podcasts do Spotify, estará apto a implementar um sistema de assinatura paga.REUTERS/Christian Hartmann.
Nos EUA, qualquer podcast que seja distribuído pelo Anchor, a plataforma de hospedagem de podcasts do Spotify, estará apto a implementar um sistema de assinatura paga.REUTERS/Christian Hartmann.

O gigante do som Spotify vai expandir seu negócio para o ramo das assinaturas. Nos EUA, já é possível monetizar programas de podcasts distribuído pelo Anchor, plataforma de hospedagem do segmento no Spotify. Em setembro, a novidade será expandida ao resto do mundo. As informações são do site B9.

Para os podcasts de outros lugares do mundo, o Spotify promete que, em breve, os novos recursos também serão disponibilizados. A venda de assinaturas será lançada mundialmente no dia 15 de setembro. Vale lembrar ainda que em abril deste ano, o Spotify informou que não cobraria nenhuma taxa sobre as assinaturas de sua plataforma. 

Leia também:

A empresa deve acrescentar uma nova tabela de valores para assinaturas, além de permitir aos proprietários dos podcasts fazerem download do endereço de email de seus assinantes. Com isso, os podcasts poderão ter mais controle sobre quem assina seus programas.

A companhia fechou mais um trimestre de 2021 marcando crescimento (em sua maioria, acima das próprias metas) e acumulou um total de 365 milhões de usuários ativos mensalmente, sendo 165 milhões deles assinantes da plataforma. Porém, sete milhões dos ouvintes correspondem aos pagantes, enquanto foram registradas dois milhões de novas contas gratuitas. 

Em todas as regiões, o crescimento no número de assinantes foi de dois dígitos. 

A empresa acredita que a razão pela baixa de usuários ativos da plataforma se dá por complicações da COVID-19 em alguns mercados. Entre as medidas de recuperação fiscal, a companhia segue dando prioridade ao crescimento do serviço de podcast — que passou a permitir que artistas cobrem por episódios exclusivos em abril deste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos