Agredido, homem ferido fica sem socorro por ser parecido com Lázaro

·2 minuto de leitura
Homem teve socorro negado por motoristas por semelhança com Lázaro - Foto: Reprodução
Homem teve socorro negado por motoristas por semelhança com Lázaro - Foto: Reprodução
  • Rapaz de 27 anos foi agredido a pauladas e ficou perambulando por rodovia

  • Motoristas negaram socorro por acreditar que aquele era Lázaro Barbosa

  • Somente após desmaiar, o homem foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros

Um homem de 27 anos ficou sem socorro, depois de ter sido agredido, às margens da BR-262, em Campo Grande-MS. O motivo: sua semelhança física com o criminoso Lázaro Barbosa.

De acordo com informações do site Campo Grande News, o rapaz identificado como Brendo foi “espancado a pauladas” e deixado na região do autódromo da capital sul-mato-grossense.

Leia também:

Foram mais de três horas perambulando pela região e pedindo ajuda aos carros da rodovia, mas as pessoas se recusavam a parar, acreditando que o rapaz era, de fato, Lázaro, o criminoso mais procurado do Brasil na atualidade.

“É muito parecido. Se é verdade ou não logo, logo vamos descobrir”, disse uma testemunha ao Campo Grande News. “Parece muito com o Lázaro”, comentou outra.

Exausto e ferido, Brendo desmaiou próximo à pista. Só então, pessoas que passavam pelo local acionaram o Corpo de Bombeiros.

Polícia segue à caça de Lázaro - Foto: Divulgação/Polícia Civil
Polícia segue à caça de Lázaro - Foto: Divulgação/Polícia Civil

O rapaz foi socorrido com ferimentos nas costas, pescoço e cabeça e levado para a Santa Casa da região. Somente então, apresentou documentos à polícia, que descartou qualquer possibilidade de estar lidando com o serial killer.

Se não é Lázaro Barbosa, Brendo também passagens pela polícia, entre elas, uma por roubo. O rapaz afirmou que foi atacado a pauladas depois de ter sido sequestrado. O caso está sendo investigado.

Lázaro segue foragido

Na noite de terça-feira, policiais realizaram um novo cerco para capturar Lázaro, mas sem sucesso. O rapaz de 32 anos é acusado de matar toda uma família em Ceilândia e cometer outros diversos crimes durante sua fuga, que já dura 15 dias.

Cerca de 270 agentes das polícias civil e militar do Distrito Federal e de Goiás, cinco cães farejadores, helicópteros e outros recursos são usados na busca por Lázaro Barbosa, que ganhou na imprensa e nas redes sociais o apelido de 'serial killer do DF'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos