Agredido por PM, homem morre após 2 meses internado

PM agrediu homem com socos e chutas (Foto: Getty Images)
PM agrediu homem com socos e chutas (Foto: Getty Images)

Após ser agredido por um policial militar durante uma abordagem em Goiânia, Harison Inácio dos Reis, que estava há dois meses internado, morreu na quinta-feira (8).

Segundo a família, a vítima, de 33 anos, foi agredido com socos e chutes na cabeça por um PM em Palmeiras de Goiás, a 95 km da capital goiana.

O portal Metrópoles informou que a ação policial aconteceu no dia 2 de julho. Harison estava com a esposa, Keury Cristina Cordeiro da Silva, em casa quando começaram a discutir.

De acordo com ela, o marido não estava violento, mas alterado. Eles bebiam cerveja juntos quando, em determinado momento, ela ficou assustada e chamou a viatura da PM.

Já na residência, um dos agentes foi falar com Harison e começou a agredi-lo. A esposa diz que o marido não foi agressivo ou violento nas falas.

Ela contou ainda que pediu para que o policial parasse de bater no marido e que o socorro foi chamado depois de muita insistência.

Harison foi transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde acabou morrendo.