Agressões, joelho no milho e castigo: filha de Flordelis relata o perfil agressivo do irmão

·1 min de leitura

Roberta Santos, filha adotiva dos pastores Flordelis dos Santos e Anderson do Carmo, afirmou que o irmão Flávio dos Santos era uma pessoa agressiva e chegou a bater em uma das crianças na casa, deficiente física. Segundo ela, o irmão que apartou a sessão de “espancamento” levou uma tesourada nas costas. Durante o seu depoimento, nesta terça-feira, no plenário do Tribunal do Júri em Niterói, Região Metropolitana do Rio, ela cita variados castigos que eram aplicados por Flávio e lamenta ao dizer que não tinha mais convivência com parentes que moravam na mesma casa.

— O Flávio sempre foi uma pessoa agressiva. A forma que ele corrigia era diferente. Joelho no milho com a cara virada para a parede. Batia em uma criança como batia num adulto. Uma pessoa ruim mesmo.

A depoente aponta possíveis motivos para que o pastor fosse morto.

— O Niel (Anderson) era uma pessoa difícil porque não permitia bagunça, baderna, que é o que a família Flordelis é hoje, sem Niel. Sem ordem, sem freio, sem lei. Acredito que isso foi um dos motivos que criou esse ódio no coração das pessoas para manipular e levar até o final para a morte dele.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos