Aguinaldo Silva critica Beyoncé e artistas apontam racismo: "Não caímos nessa"

·3 minuto de leitura
Jéssica Ellen e Rafael Zulu responderam Aguinaldo Silva (Foto: Reprodução/Instagram)
Jéssica Ellen e Rafael Zulu responderam Aguinaldo Silva (Foto: Reprodução/Instagram)

Aguinaldo Silva causou uma confusão nas redes sociais nesta terça-feira (24). O autor de novelas da Globo criticou Beyoncé por posar com um colar milionário ao lado do marido. Segundo ele, a cantora faz parte da "elite branca" e sua "ostentação" não é um bom exemplo para outras mulheres negras. 

"Joelly tem 37 anos, é negra, diarista, mãe de três filhos e nenhum pai para ajudar a criá-los. Fico aqui a imaginar o que lhe passa na cabeça quando ela lê notícias como essa sobre o colar milionário de Beyoncé. Gente, vamos cair na real, tá legal?", iniciou ele, que em seguida compartilhou o trecho de uma notícia que diz que a cantora foi a primeira negra a usar o Diamante Tiffany.

Leia também:

"Para mim, justiça social só é quando qualquer mulher, independente da raça, idade, religião ou fama puder usá-lo. Isso acontecerá algum dia? O que vocês acham?", questionou, concordando com um seguidor que afirmou que a artista faz parte da "elite opressora" logo em seguida.

O comentário não repercutiu bem nas redes sociais. Muitos apontaram racismo e hipocrisia na fala de Aguinaldo, que nunca criticou outros famosos, incluindo amigos, pela "ostentação". A atriz Jéssica Ellen falou sobre a falta de negros em suas novelas e afirmou que o problema do Brasil está longe de ser a Beyoncé usando um colar milionário. 

"Vamos falar de Brasil? Quando, em suas novelas, protagonistas tiveram a pele como a minha? Quando, em suas novelas, a cultura preta brasileira foi abordada para ajudar na autoestima da população preta? Quando eu olho a imagem da Beyoncé poderosa e milionária, penso na potência que nós negros somos e o quanto ela inspira milhares de pessoas pretas no mundo todo. Em pleno 2021 a lista de protagonistas pretas na TV brasileira não chega nem a cinco nomes... E não é por falta de talento, e sim oportunidades", iniciou a atriz.

"O problema do Brasil não é a Beyoncé ser milionária, é a elite branca se incomodar com nossa autonomia e ascensão social. O problema é ainda sermos vistos apenas como descendentes de escravizados e não reais potências! O problema é ter um país com mais de 50% da população preta e isso nem sequer estar representado nos filmes e novelas...", completou Jéssica Ellen.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Rafael Zulu também se incomodou com a fala do autor e se posicionou nas redes. Assim como Jéssica, ele questionou a ausência de protagonistas pretos nas tramas de Aguinaldo Silva. "Acorda! Nunca vi protagonista preto em seus trabalhos... e olha que não foram poucos. O senhor sempre foi dreamteam dos autores da Rede Globo nos tempos áureos e NADA de preto em destaque. Agora me vem na altura do campeonato criticá-los por isso? Pra gente ela [Beyoncé] é referência e régua de onde queremos e podemos chegar. Não vem colocar a gente contra o nosso povo não... não caímos nessa", disparou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos