Aguinaldo Silva volta a falar de possível continuação para Nazaré, vilã de 'Senhora do destino'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de anunciar, há quatro anos, que gostaria de incluir a vilã Nazaré, da novela "Senhora do destino" (2004), num projeto inédito, Aguinaldo Silva voltou a comentar sobre a possibilidade de uma continuação para a famosa personagem interpretada pela atriz Renata Sorrah.

Em post publicado no Facebook, o autor de folhetins como "A indomada" (1997) e "Fina estampa" (2011) contou que encontrou, por acaso, uma "preciosidade" em casa. Trata-se de um arquivo, escrito por ele no passado, com as memórias de Nazaré.

"Contada na primeira pessoa (como é de praxe nas autobiografias), ela começa assim: 'Na primeira vez que matei alguém eu tinha quinze anos. Foi então que tive, também pela primeira vez, a sensação que descobri depois ser um orgasmo. A vítima foi meu padrasto – o quarto ou quinto, não me lembro bem, já que minha mãe os colecionava como se fossem figurinhas de um álbum'", reproduziu o autor.

No mesmo post, Aguinaldo diz que devorou os escritos "como se fosse figurante num pesadelo interminável". E pede para que o público aguarde notícias sobre a possibilidade de um reavivamente da personagem. "Pode ser que essa autobiografia, abandonada como se fosse por acaso numa gaveta do meu escritório, tenha sido lá deixada pela própria e, nesse caso...Nazaré Tedesco estaria viva! Meu Deus: ter que encarar a arquivilã de novo? Não sei se consigo sobreviver a isso, porém...Aguardem notícias", escreveu.

Renata Sorrah interpretou a personagem, que roubou a filha de Maria do Carmo (Susana Vieira) em "Senhora do destino". A novela foi exibida pela primeira vez entre junho de 2004 e março de 2005, mas até hoje as frases e caras e bocas de Nazaré dominam a internet — e já viraram até meme internacional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos