Aiatolá Khamenei garante que Irã vai continuar reduzindo compromissos nucleares

(Arquivo) O anúncio da retenção do navio acontece dois dias depois das declarações do guia supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, sobre o assunto

O Irã "certamente seguirá" reduzindo os compromissos que adotou em virtude do acordo internacional sobre seu programa nuclear em 2015, alertou nesta terça-feira o guia supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei.

"Acabamos de reduzir nossos compromissos, e esse processo certamente continuará", disse o aiatolá Khamenei, que acusou os europeus de não terem respeitado seus próprios compromissos, segundo trechos de um discurso transmitido pela televisão estatal.

Em resposta à decisão americana, em maio de 2018, de deixar unilateralmente o acordo nuclear com o Irã alcançado em Viena em 14 de julho de 2015, Teerã gradualmente começou a ignorar alguns dos seus compromissos, com o objetivo de forçar seus parceiros a agir para salvar o pacto.

Concluído entre Teerã e o Grupo dos Seis (China, Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e Alemanha) após vários anos de esforços, o acordo prevê uma limitação do programa nuclear iraniano em troca do levantamento das sanções internacionais impostas ao país.

Mas o restabelecimento das sanções extraterritoriais americanas contra Teerã após a retirada de Washington ameaça o acordo ao privar o Irã dos benefícios econômicos que esperava.

Teerã pede há meses aos Estados que ainda fazem parte do acordo, em particular aos três europeus, para ajudá-lo a contornar as sanções. neg-kas-mj/tp/me/zm/age/mb/mr