AIEA diz não ter encontrado equipamentos militares em usinas nucleares da Ucrânia

Vista da usina nuclear de Zaporizhzhia

BRUXELAS (Reuters) - Uma inspeção de usinas nucleares ucranianas não encontrou nenhum equipamento militar, desmentindo uma alegação da Rússia, disse o chefe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Grossi, ao Parlamento Europeu nesta terça-feira.

As declarações de Grossi foram feitas um dia depois que o serviço de inteligência estrangeiro da Rússia acusou a Ucrânia de armazenar armas fornecidas pelo Ocidente em usinas nucleares em todo o país --uma alegação descartada como falsa por um alto funcionário ucraniano.

Grossi disse ao Parlamento Europeu que sua agência estabeleceu uma presença permanente em todas as instalações nucleares ucranianas e ordenou inspeções na terça-feira para verificar se alguma delas continha equipamentos militares.

"O resultado dessas inspeções foi negativo", disse.

Ele disse que esta foi a segunda vez que a AIEA conseguiu "desmascarar as acusações de coisas ilegais e muito perigosas ocorrendo nessas instalações", citando acusações anteriores sobre a criação de uma "bomba suja".

(Reportagem de Andrew Gray)