AIEA estabelece missão permanente em Chernobyl

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) estabeleceu, pela primeira vez, uma missão permanente na Central Nuclear de Chernobyl.

Esta decisão faz parte de uma iniciativa da organização, que tem como objetivo o destacamento contínuo de peritos em todas as centrais nucleares da Ucrânia. Em Zaporijia, esta agência da ONU está já presente desde setembro.

Rafael Grossi, diretor-geral da AIEA, deslocou-se a Kiev esta semana e garantiu o seu empenho em ajudar a garantir que a segurança nuclear seja mantida no país.

Esta é a minha sexta visita ao vosso país, desde o início da guerra, o que atesta o empenho da AIEA e o meu próprio empenho pessoal em ajudar a garantir a segurança de toda a infraestrutura nuclear do país

O desastre de Chernobyl, de 1986, é lembrado como um dos piores acidentes nucleares da história. No início da guerra, a central foi ocupada, de forma temporária pela Rússia.

De modo a evitar acidentes semelhantes, está a ser discutido o estabelecimento de uma “zona de proteção” em torno da central nuclear de Zaporijia.