Ainda é muito cedo para dizer se Ômicron é mais transmissível que Delta, diz OMS

·1 min de leitura
Chefe da área técnica da OMS para a Covid-19, Maria van Kerkhove, durante entrevista coletiva em Genebra

(Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não tem dados suficientes sobre a nova variante Ômicron do coronavírus para dizer se ela é mais transmissível do que a variante Delta, disse um funcionário da agência nesta quarta-feira, quase um mês depois que a África do Sul levantou pela primeira vez o alarme sobre o surgimento da nova cepa.

"Não temos visto esta variante circular por tempo suficiente em populações ao redor do mundo, certamente em populações vulneráveis", disse a líder técnica da OMS para a Covid-19, Maria van Kerkhove, em um briefing com a imprensa.

Ela disse que os dados sobre a nova variante, identificada pela primeira vez no sul do continente africano e em Hong Kong em novembro, ainda estavam "confusos", num momento em que países estão relatando a detecção da cepa e sua disseminação.

(Reportagem de Manas Mishra em Bengaluru e Josephine Mason em Londres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos