Ainda foragido, 'Serial Killer' do DF pode pegar 300 anos de prisão

Lázaro Barbosa de Sousa, conhecido também como “Serial Killer do Distrito Federal”, já acumula sete inquéritos contra si. Além da chacina da família Vidal, que ocorreu na madrugada de quarta-feira (9), ele é acusado de quatro roubos a chácaras, sendo o primeiro e 17 de maio, e um roubo seguido de estupro, em 26 de abril. Ao todo, seus crimes podem levar a uma pena de até 320 anos de prisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos