Air Canada vai cortar até 60% da força de trabalho devido ao coronavirus

Além do Canadá, outros 50 países suspenderam voos com o Boeing 737 Max

TORONTO - A Air Canada decidiu reduzir sua força de trabalho em até 60%, enquanto a companhia aérea tenta economizar dinheiro em meio à pandemia da Covid-19 e redimensiona suas operações para o nível de tráfego esperado para médio e longo prazos.

A companhia afirmou em comunicado no sábado que está trabalhando com sindicatos para implementar as medidas.

O sindicato que representa os comissários de bordo da Air Canada disse que a companhia deve pedir aos funcionários que reduzam seu horário, saiam por até dois anos ou se demitam com privilégios de viagem, informou a Canadian Press.

A crise da saúde provocou uma parada nas viagens aéreas, levando a um número sem precedentes de cancelamentos de voos em todo o mundo e levando companhias aéreas a grandes prejuízos. O sindicato não estava disponível imediatamente para o pedido da Reuters de comentar.