Airbus diz que aeronave que caiu no Egito era um A321-200

PARIS (Reuters) - A Airbus confirmou neste sábado que uma aeronave A321-200 operada pela Metrojet caiu na península do Sinai, no Egito, e afirmou que a empresa estava pronta para prestar todo apoio na investigação. A aeronave tinha 18 anos e vinha sendo operada pela Metrojet desde 2012, disse a Airbus em um comunicado. O avião tinha acumulado cerca de 56.000 horas de voo em quase 21.000 voos. Ele era equipado com motores IAE-V2500. A Airbus disse que estava pronta para prestar assistência técnica completa à Agência de Investigação Francesa e às autoridades responsáveis pela investigação do incidente. (Por Maya Nikolaeva)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos