Além do carnaval, Bahia também não terá lavagem do Bonfim nem Festa de Bom Jesus dos Navegantes em 2022

·2 min de leitura

Além do carnaval, que por mais um ano não acontecerá em Salvador, segundo o governador da Bahia, Rui Costa, outras festas populares também ficarão de fora do cronograma em 2022, por conta do aumento de casos de Covid-19 e do surto de gripe no estado. As tradicionais festas ao Senhor Bom Jesus dos Navegantes e da lavagem das escadarias do Santuário Nosso Senhor do Bonfim, também serão bem diferentes do que baianos e turistas se acostumaram a ver.

— Não acontecerá porque nós entendemos que a imagem do Nosso Senhor do Bonfim atrai multidões, e não é o momento de realizarmos uma atividade que possa gerar uma grande aglomeração. O mais prudente é que cada um faça a sua parte evitando aglomeração, e que a gente possa rezar, mesmo que de longe, pedindo ao Senhor do Bonfim para que ele nos ajude e nos proteja nesse momento de tantas incertezas e de tantas dúvidas — disse ao BATV, da Rede Globo, padre Edson Nunes, reitor da basílica.

No dia 13 de janeiro, quando aconteceria a festa, apesar de a lavagem ter sido cancelada, as missas do novenário estão mantidas, mas de portas fechadas. Todo o rito será transmitido pela internet, para que os fiéis possam acompanhar de casa.

'Missão impossível'

Nesta quinta-feira, o governador da Bahia, Rui Costa afirmou não é possivel realizar o carnaval, de forma que as multidões voltem a tomar as ruas nos cordões carnavalescos. "Ficou impossível" disse ele sobre a realização da folia, durante a inauguração no Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador.

— Sabe aquele filme Missão Impossível? Nós estamos na Missão Impossível 3, então, não será possível fazer esse carnaval. Não tem a mínima condição — disse o governador que chamou atenção também para o surto de gripe no meio da pandemia. Além das mortes provocadas pela Covid-19, o estado registrou duas mortes em Salvador causadas por Influenza A H3N2. — Alguém falar de carnaval a essa altura do campeonato, está querendo ser irresponsável com a vida do outro e eu não estou nesse grupo. Portanto, nós não teremos carnaval nesse modelo que nós conhecemos como carnaval. Não há mínima condição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos