Além do Setembro Amarelo: psiquiatra cria série de lives sobre depressão e saúde mental

É no nono mês do ano que se concentram as discussões em torno da prevenção ao suicídio, na campanha Setembro Amarelo. Mas, e fora desse período, como fica o debate? Para o psiquiatra Ervin Cotrik, o tema fica um tanto esquecido, e é com o intuito de disseminar informações sobre saúde mental ao longo de todo o ano que o médico criou uma série de lives sobre o assunto no perfil de Instagram @psiquiatriaemcurso, que apresenta ao lado do medalhista olímpico de natação Thiago Pereira.

Mundo afora: Mãe que viaja com cinco filhos compartilha dicas em rede social; conheça 7 delas

Doenças de inverno: Após susto, médica ensina como evitar convulsões e doenças respiratórias

A dupla fez a primeira live durante o Setembro Amarelo, e depois Cotrik convidou Pereira a manter o projeto. Pelo menos duas vezes por mês, eles recebem especialistas e personalidades envolvidas com o tema. O próximo convidado será o ex-jogador de vôlei Giba.

— Personalidades que já enfrentaram problemas como transtorno de ansiedade e depressão dão seu relato pessoal e eu, como psiquiatra, faço uma conexão com a parte técnica, destacando, por exemplo, os sinais a que as pessoas devem ficar atentas, as formas de diagnóstico e a importância de certos hábitos, como fazer atividade física. O Brasil é o país com o maior número de casos de transtorno de ansiedade e um dos cinco com mais casos de depressão. Se nada for feito, os casos de suicídio vão continuar aumentando. Ter pessoas respeitadas falando abertamente sobre o assunto ajuda a desmistificar a ideia de fracasso atrelada aos transtornos mentais e estimula a busca por tratamento. Se salvarmos uma pessoa através das lives, já está valendo — diz Cotrik, que grava o programa a partir de seu consultório, na Barra. — Recentemente, recebemos dois dos maiores psiquiatras do Brasil ligados à pesquisa, Paulo Mattos e Antonio Egidio Nardi, mostrando que nosso trabalho é baseado na ciência.

As lives atraem em média cerca dez mil telespectadores, e Cotrik estima que em torno 200 mil pessoas já tenham sido impactadas pelo projeto. O programa já recebeu as atrizes Maitê Proença e Susana Vieira, os humoristas Evandro Santos e Lucas Veloso; o ginasta Diego Hypólito; o ex-nadador Joel Jota; a psicóloga Carla di Pierro, do Comitê Olímpico do Brasil; a médica Carolina Nocetti; o médico Alexandre Chieppe, secretário estadual de Saúde; a cantora e compositora Kynnie; a apresentadora Rafa Brites; o produtor musical e compositor Pablo Bispo; a atriz e apresentadora Maria Joana; e a atriz e estudante de cinema Giulia Costa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos