Alê Youssef é convidado e deve se filiar ao Cidadania para tentar ser vice de Bruno Covas

CAMILA MATTOSO
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL 03.03.2020: Secretário Alê Youssef (Cultura) durante abertura 16º mês do Hip Hop, no Theatro Municipal. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O secretário municipal de Cultura de São Paulo, Alê Youssef, recebeu convite do Cidadania para ser candidato a vice-prefeito em chapa encabeçada pelo prefeito da cidade, Bruno Covas (PSDB), nas eleições de outubro deste ano. À reportagem Youssef diz que deve aceitar o convite.

Principal responsável pelos projetos culturais da gestão tucana, especialmente do Verão Sem Censura e o Carnaval de rua de 2020, Youssef terá que deixar a secretaria até 31 de março para cumprir o prazo de desincompatibilização e poder disputar as eleições em 2020.

"A tendência é de que eu aceite o convite com o objetivo de fortalecer a defesa da cultura como eixo de desenvolvimento econômico e social do Brasil", afirma Youssef.

Covas tem dito que deixará para julho a decisão de quem será o vice de sua chapa. Os nomes mais cotados até o momento são os do deputado Celso Russomanno (Republicanos) e do apresentador de TV José Luiz Datena (MDB).