Exército israelense "não comenta" se está envolvido em ataque na Síria

Jerusalém, 9 abr (EFE).- O Exército de Israel não quis comentar se seus aviões estão envolvidos no ataque com mísseis que aconteceu hoje contra o aeroporto militar sírio de Taifur, na província síria de Homs, no qual um número ainda indeterminado de pessoas morreram e ficaram feridas.

"Declinamos comentar", respondeu brevemente uma porta-voz militar ao ser perguntada pela Agência Efe se seu país estava envolvido nos ataques desta manhã.

Habitualmente, Israel nem confirma nem desmente os ataques que realiza contra a Síria, a não ser que se trate de bombardeios defensivos ou contra comboios que estima que transportem armas do país vizinho para o Líbano destinadas à milícia xiita Hezbollah, com a qual manteve uma guerra em 2006.

Segundo informou hoje a agência de notícias sírias "SANA", oito mísseis foram lançados contra as instalações militares de Taifur nas quais, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, se concentram forças do regime sírio, iranianos e do grupo libanês Hezbollah. EFE