Ala da União defende Rosângela Moro como vice de Bivar

***ARQUIVO*** São Paulo, SP, BRASIL, 28-06-2019 - Ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro, acompanhado da mulher Rosangela Wolff Moro, chegam ao Palácio dos Bandeirantes para receber homenagem da Ordem do Ipiranga, dada pelo ex-governador João Dória  (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO*** São Paulo, SP, BRASIL, 28-06-2019 - Ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro, acompanhado da mulher Rosangela Wolff Moro, chegam ao Palácio dos Bandeirantes para receber homenagem da Ordem do Ipiranga, dada pelo ex-governador João Dória (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma ala do União Brasil está defendendo a escolha de Rosângela Moro para compor a chapa presidencial com Luciano Bivar, que lançou sua pré-candidatura nesta quarta-feira (31).

Essa ala conta com dirigentes oriundos do DEM, que se opunham à presença do ex-ministro Sergio Moro.

Esses correligionários começam a admitir, até, que o ex-juiz concorra a outro posto que não à Câmara dos Deputados, o que poderia ajudar a formar uma bancada expressiva de federais.

Eles afirmam que pode ser positivo para a União dar espaço para Moro concorrer ao Senado em São Paulo, caso o apresentador José Luiz Datena desista de disputar a vaga.

Sergio Moro filiou-se à União Brasil nos últimos dias da janela partidária, abandonando o projeto de candidatura presidencial pelo Podemos. Em um primeiro momento houve forte reação de parte da legenda, e o ex-juiz anunciou que abria mão da candidatura nacional.

Ele voltou atrás, mas recuou, novamente, diante de ameaças de impugnação da sua adesão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos