Alagamentos travam São Paulo e população fica presa no trânsito

Pedestres atravessam rua alagada em São Paulo (Foto: AP Photo/Andre Penner)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • ‘Dia difícil pra quem quer chegar no trabalho’, diz internauta

  • Moradores da metrópole ficaram presos no trânsito por horas a fio

Após uma noite chuvosa, os moradores da região metropolitana de São Paulo se depararam com as principais vias da cidade travadas no seu caminho para o trabalho na manhã desta segunda-feira (10). Com 131 pontos de alagamento, a capital ficou intransitável – e quem sofreu foi a população.

No Twitter, paulistanos relataram experiências traumáticas em meio às enchentes. Alguns chegaram a ficar horas a fio presos no trânsito:

Leia também

Conforme o passar do dia, os internautas foram compartilhando fotos dos diversos pontos de alagamento por toda a região metropolitana de São Paulo. Os danos não foram só às vias da cidade: em alguns locais, a água invadiu casas e estabelecimentos comerciais.

A população também recorreu às redes sociais para cobrar medidas da prefeitura e do governo estadual. Uma notícia de 2017 foi resgatada: enquanto prefeito, João Doria (PSDB) transferiu R$ 30 milhões que seriam gastos em terminais de ônibus e obras contra enchentes para custos com consultoria.

Hoje governador de São Paulo, João Doria (PSDB) foi criticado por continuar a sua agenda em uma viagem oficial aos Emirados Árabes Unidos, para a inauguração do escritório comercial de São Paulo em Dubai.

Às 17h desta segunda-feira, a capital paulista tem 79 pontos de alagamento ativos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas. 56 deles são considerados intransitáveis. Para a terça-feira (11), a previsão é de mais chuva – a recomendação é ficar atento aos comunicados dos órgãos oficiais do governo. Enviando o seu CEP para o número 40199 por SMS, é possível se inscrever para receber os alertas da Defesa Civil de São Paulo em seu celular.