Alasca é atingido por terremoto poderoso, sem registro de feridos ou danos graves

·1 minuto de leitura

Por Shubham Kalia e Yereth Rosen

ANCHORAGE, Alasca (Reuters) - O mais poderoso terremoto nos Estados Unidos em meio século deixou o Alasca praticamente ileso, graças à localização remota e profundidade do epicentro, disseram autoridades nesta quinta-feira.

O terremoto em Chignik, de magnitude 8,2, que ocorreu às 22h15 de quarta-feira no horário local (03h15 de quinta-feira em Brasília), foi o mais forte sentido nos Estados Unidos desde o tremor de 8,7 que atingiu o oeste das Ilhas Aleutas em 1965.

Não houve relatos imediatos de feridos ou danos graves. Várias comunidades costeiras do Alasca foram esvaziadas após o terremoto. Mas os moradores das comunidades afetadas disseram que ainda estavam avaliando os impactos.

O Serviço Geológico dos EUA (USGS) informou que o terremoto ocorreu a uma profundidade de 32 km, cerca de 105 km a sudeste de Perryville e 800 km de Anchorage, a maior cidade do Alasca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos