Alckmin assume hoje presidência da República pela primeira vez

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) assumirá a presidência da República, na noite deste domingo, pela primeira vez, assim que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixar o espaço aéreo brasileiro. Também atual titular do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alckmin concorreu ao Palácio do Planalto em 2006 e 2018, mas foi derrotado nas duas tentativas.

Veja também: 'Fazíamos reuniões, mas não tinha mais clima', diz ministro da Defesa sobre demissão de comandante do Exército

Leia: Entenda em cinco pontos a crise que levou Lula a demitir o comandante do Exército

Lula viajará para a Argentina, onde se encontrará com o presidente daquele país, Alberto Fernández, na segunda-feira, e participará de uma reunião de líderes latino-americanos e caribenhos na terça-feira. No dia seguinte, à noite, ele embarcará para o Uruguai.

Antes filiado ao PSDB, Alckmin aceitou ser vice na chapa de Lula, do PT, em uma manobra que surpreendeu a todos. Nas últimas décadas, os dois políticos estiveram em lados opostos

Saiba mais: Valdemar Costa Neto emite sinais difusos entre radicais bolsonaristas e o Judiciário

Leia: Do uso político do Auxílio Brasil ao ataque às urnas, Bolsonaro tem 'legado eleitoral' de 16 ações no TSE

Médico e nascido no interior paulista, Alckmin é um dos fundadores do PSDB. Foi quatro vezes governador de São Paulo, vice-governador, deputado federal, deputado estadual, prefeito de Pindamonhangaba e vereador.