Alckmin baixa aplicativo para votar em prévias e causa irritação no PSDB

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 10.12.2019 - O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin durante gravação do programa
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 10.12.2019 - O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin durante gravação do programa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Causou irritação no PSDB o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) ter se credenciado para votar nas prévias para escolher o nome do candidato do partido à Presidência em 2022.

Enquanto negocia seu futuro com outros partidos, Alckmin baixou no sábado (13) o aplicativo desenvolvido para que os filiados possam votar entre João Doria, Eduardo Leite e Arthur Virgílio no dia 21 de novembro.

Entre tucanos, o credenciamento foi classificado como uma incoerência do ex-governador uma vez que em breve ele deve deixar a sigla e, portanto, na visão deles, não deveria participar da discussão sobre o futuro do partido.

"O Geraldo Alckmin escolherá seu candidato à presidência no PSDB ou sairá antes das prévias. É isso que orienta a ética na política", disse Orlando Morando, prefeito tucano de São Bernardo do Campo. ​

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos