Alckmin celebra aniversário com Lula, banqueiros e ministeriáveis

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 23.10.2022 - O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB). (Foto: Greg Salibian/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 23.10.2022 - O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB). (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB-SP) celebrou seus 70 anos no domingo (6), em um jantar na casa de Gabriel Chalita, que foi secretário de Educação quando ele governou São Paulo.

Ele faz aniversário nesta segunda (7), mas antecipou a comemoração em um dia.

Lula foi a estrela do encontro, junto com o aniversariante. E fez rasgados elogios a Alckmin, que definiu como discreto, ponderado, leal e agregador.

Além do presidente eleito, que foi à festa com a mulher, Rosângela da Silva, a Janja, faziam parte do grupo banqueiros como Luiz Carlos Trabuco, do Bradesco, e Sergio Rial, presidente do conselho de administração do banco Santander.

O maestro João Carlos Martins também foi convidado e tocou o hino nacional.

A lista de convidados estava repleta de ministeriáveis: o economista Pérsio Arida, que sempre foi vinculado ao PSDB, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT-SP) e o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), por exemplo, são cotados para o Ministério da Economia.

Entre os convidados estavam também Edinho Silva, que coordenou a campanha de Lula e Alckmin, o deputado Emídio Silva, que coordenou a campanha de Haddad, o tesoureiro do PT, Marcio Macedo, o advogado Marco Aurélio de Carvalho, do grupo Prerrogativas, e o economista Gabriel Galípolo -que também estão nas listas que circulam de integrantes do futuro governo.