Alckmin diz que luta sindical deu ao Brasil o maior líder popular do país: 'Viva Lula!'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Alckmin diz que luta sindical deu ao Brasil o maior líder popular do país: 'Viva Lula!' (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
Alckmin diz que luta sindical deu ao Brasil o maior líder popular do país: 'Viva Lula!' (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

Geraldo Alckmin (PSB), candidato a vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou nesta quinta-feira (14) que o petista é o maior líder popular do país.

Durante encontro com representantes das principais centrais sindicais brasileiras, o ex-tucano discursou e elogiou Lula. Alckmin disse que o Brasil vive um “momento grave”, com um governo que “odeia a democracia, que tem admiração pela tortura e que faz o povo sofrer”.

O ex-governador de São Paulo também falou que se uniu à chapa para somar esforços e melhorar o país.

“É nesse momento de desemprego, de inflação, de fome e de morte que o Brasil se agiganta nessa reunião histórica, com as mais importantes centrais sindicais. E quero dizer a vocês que venho somar o meu esforço, pequeno e humilde, mas de coração e entusiasmo em beneficio do Brasil.”

“A luta de vocês, a luta sindical, deu ao Brasil o maior líder popular desse país. Lula! Viva Lula! Viva os trabalhadores do Brasil”, gritou ele.

“Vou voltar a governar este país”

O petista, que discursou logo depois de Alckmin, falou que é “plenamente possível” fazer uma chapa com o ex-tucano para “reconquistar os direitos do povo trabalhador”.

Ele disse ainda que, caso seja eleito, não vai mudar tudo para o que era antes. “Não é o que queremos, nós queremos melhorar”.

No final de sua fala, Lula afirmou que tem certeza de que vai vencer a eleição presidencial de outubro.

“Eu entrei aqui com dúvida, falei para o Alckmin que a eleição ia ser difícil e que não sabia se a gente ia ganhar. Mas agora saio daqui com a certeza de que nós vamos voltar a governar este país em 2023.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos