Alckmin diz que vitória no 1° turno é 'melhor para a economia'

Geraldo Alckmin ao lado de Lula (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)
Geraldo Alckmin ao lado de Lula (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)

Geraldo Alckmin (PSB), candidato à vice-presidente na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou nesta quinta-feira (29) que vencer no primeiro turno das eleições é “melhor para a economia”, e, na avaliação dele, é possível que a eleição presidencial deste ano seja decidida já no próximo domingo, dia 2 de outubro.

“Acho que é melhor para o Brasil [vitória no 1º turno]. Sai dessa confusão, briga. De repente pode ter morte, acidente, tragédia. Melhor para o povo, dá mais tempo para se organizar. Melhor para a economia. Tem mais tempo para preparar. Agora, se tiver 2º turno, disputa”, afirmou.

A declaração do ex-governador de São Paulo foi feita durante sabatina do portal UOL e do jornal Folha de S. Paulo. O registro foi feito pelo portal Poder 360.

Sobre o voto útil, estratégia da campanha petista de conseguir votos para vencer a corrida para o Palácio do Planalto já no primeiro turno, Alckmin disse que “ninguém pede voto útil, pede voto”.

“Todo candidato quer ganhar no primeiro turno, se disser que não quer não é verdadeiro. Todo mundo se pudesse gostaria de ganhar no primeiro turno”, justificou.

O ex-tucano também disse desacreditar que o presidente Jair Bolsonaro (PL) se recuse a deixar o governo caso perca a disputa.

Segundo Alckmin, as falas do chefe do Executivo desacreditando o sistema eleitoral brasileiro são “blefe”.

“É difícil perdedor dar golpe. Acho que tem muito blefe aí para justificar possível insucesso eleitoral. Acredito no profissionalismo e na seriedade das Forças Armadas, que são cumpridoras da Constituição. A democracia brasileira vem sendo provada e tem se mostrado bastante sólida”, afirmou.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)