Alec Baldwin será indiciado por homicídio culposo por morte de diretora de fotografia em filmagens de 'Rust'

A promotoria de Santa Fe, nos Estados Unidos, anunciou que o ator e produtor Alec Baldwin será processado por homicídio culposo em razão da morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins durante as gravações do faroeste "Rust', em outubro de 2021.

'Rust': Produtor diz que filme com Alec Baldwin marcado por tiro acidental será completado

'Penso nisso todos os dias da minha vida': diz Alec Baldwin, 10 meses após tiroteio nas filmagens de 'Rust'

A armeira da produção, Hannah Gutierrez-Reed, também foi indiciada pelo mesmo crime, enquanto que David Halls, assistente de produção que entregou a arma ao ator, será indiciado por uso negligente de arma de fogo após assinar um acordo com a promotoria.

O ator estava segurando o Colt. 45 durante os ensaios do filme quando disparou, matando a diretora de fotografia Halyna Hutchins e ferindo o diretor Joel Souza. O ex-astro de "30 Rock" insistiu que a equipe lhe disse que a arma não estava carregada. Ele também disse anteriormente que não puxou o gatilho, embora especialistas tenham questionado essa afirmação. Uma longa investigação analisou como o projetil, e cinco outros, chegaram ao set de filmagem do Novo México, com atenção voltada para o armeiro e fornecedor de munição.

Os investigadores descobriram que Hannah Gutierrez Reed havia colocado o cartucho na arma de Baldwin, em vez de usar um cartucho falso de aparência semelhante.

Em agosto, Baldwin disse que não acreditava que seria acusado, dizendo à CNN que havia contratado um investigador particular para avaliar a possível culpabilidade. Uma série de ações civis foram apresentadas desde a morte de Hutchins. Em outubro, Baldwin chegou a um acordo não revelado com a família de Hutchins, de 42 anos.

Também foi anunciado na época que a produção do filme de baixo orçamento seria reiniciada este ano. O viúvo Matthew Hutchins, que se tornará produtor executivo, disse que "todos os protagonistas originais" retornariam ao set. Diretor de "Rust", Souza disse que dedicaria seu trabalho no filme "para honrar o legado de Halyna e deixá-la orgulhosa".

— Embora certamente meio amargo, estou satisfeito porque juntos agora completaremos o que Halyna e eu começamos — disse ele.