Alemanha aumenta controles nas fronteiras para conter pandemia

·1 minuto de leitura
O ministro alemão do Interior, Horst Seehofer (D), após o anúncio de regras mais rígidas para os controles nas fronteiras

A Alemanha adotará controles mais severos "nos próximos 8 e 14 dias" em suas fronteiras terrestres, sobretudo, com França, Dinamarca e Polônia, para pedir aos viajantes seus testes de covid e, com isso, tentar frear a pandemia - anunciou o ministro do Interior nesta terça-feira (30).

"Tanto faz de onde são procedentes: da Polônia, da França, ou da Dinamarca. Todos devem saber que podem ser controlados", declarou o ministro Horst Seehofer em uma entrevista coletiva.

Ele destacou que os controles serão aleatórios e feitos em território alemão, após passagem pela fronteira.

Os controles acontecerão em uma faixa de até 30 km no território alemão a partir da fronteira e serão reforçados durante o fim de semana de Páscoa.

O ministro destacou que os policiais não poderão forçar o retorno a seus países das pessoas que infringem as normas, mas poderão impor multas a quem não mostrar um teste negativo feito há menos de 48 horas ou a quem não preencheu o formulário eletrônico antes de entrar no país.

As pessoas que procedem de uma zona de "alto risco", como a França, terão que respeitar uma quarentena de 10 dias em sua chegada.

dac/smk/sba/bl/es/tt/fp